31ºC max
17ºC min
Clima em Ibaiti-PR
PRINCIPAL
NOTÍCIAS
STO ANTÔNIO DA PLATINA : JÚRI PÕE FRENTE A FRENTE TRIO QUE LIDERA TRÁFICO DE DROGAS NA CIDADE

Rodrigo Martins, o "Nonô", e Carlos Alberto Padilha, o "Kaká", serão julgados pelo crime de homicídio qualificado em denúncia do MP que arrolou Michael Patrick, o "Cenoura", como testemunha

Três homens apontados pelos organismos de segurança como chefes do tráfico de drogas, em Santo Antônio da Platina, devem ficar frente a frente na próxima terça-feira (13) no Tribunal do Júri da Comarca. Rodrigo Martins, o ‘Nonô’, e Carlos Alberto Padilha da Silva, o ‘Kaká’, serão julgados pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima (Fabiano Gonçalves), em denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MP-PR) que arrolou como testemunha Michael Patrick, o ‘Cenoura’.

De acordo com o Ministério Público, na madrugada do dia 6 de fevereiro do ano passado ‘Nonô’ e ‘Kaká’ assassinaram Fabiano Gonçalves em sua casa, na rua Santos Dumont, na Vila Ribeiro, em Santo Antônio da Platina. Acompanhados por outras duas pessoas não identificadas pela polícia, em duas motocicletas, os acusados efetuaram 25 disparos de arma de fogo contra a vítima, os quais cinco lhe acertaram e provocaram sua morte.

Ainda conforme a denúncia oferecida à Justiça pelo MP, Gonçalves foi assassinado por motivo torpe, em razão da disputa pelo controle do tráfico de drogas na cidade, pois estava alinhado a rivais de ‘Nonô’ no município, entre eles Michael Patrick Sanches, o ‘Cenoura’.

Mortes em série

Segundo a Polícia Civil, a disputa pelo tráfico de drogas envolvendo o trio em questão motivou ao menos quatro assassinatos no início do ano passado. Na noite do dia 6 de janeiro de 2017, Michel Patrick Sanches, o ‘Cenoura’, e Moacir Vivan Júnior, executaram o eletricista Aguinaldo Leite, conhecido por ‘Balaieiro’, e o mecânico André Cirilo. O crime aconteceu em um bar na rua Deputado Benedito Lúcio Machado, no Jardim Santo André, e também deixou outras duas pessoas feridas, entre elas uma criança de 10 anos.

Já no dia 20 de janeiro de 2017, Luciano Henrique Pereira, 24, foi morto a tiros na PR-439, no trecho entre Santo Antônio da Platina e Ribeirão do Pinhal.

A última morte envolvendo a disputa pelo território do tráfico de drogas na cidade aconteceu na madrugada do dia 6 de fevereiro de 2017, quando, segundo as investigações, Rodrigo Martins, o ‘Nonô’, e Carlos Alberto Padilha, o ‘Kaká’, assassinaram Fabiano Gonçalves por ele se aliar a Michel Patrick Sanches, o ‘Cenoura’.

Fonte: TribunaDoVale

TIPO:  ATUALIDADES 
FOTOS
Últimos Acontecimentos
Todos os direitos reservados a Informativo a Voz de Ibaiti