23ºC max
13ºC min
Clima em Ibaiti-PR
PRINCIPAL
NOTÍCIAS
MULHERES CONCLUEM PRIMEIRO CURSO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS

Apesar do frio, cansaço, e até mesmo problemas de saúde, todas as polícias que iniciaram o I Cop Fem no final de maio, terminaram o curso, que teve seu encerramento oficial, nesta sexta-feira (08/06), no Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

O curso foi pioneiro e muito disputado, sendo mais de 200 policiais inscritas onde apenas 28 foram selecionadas.

Participaram do I Cop Fem policiais femininas de diversas corporações do Paraná e também de outros estados como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Mato Grosso do Sul (MS), Mato Grosso (MT), Brasília (DF), Espírito Santo (ES), Bahia (BA), Maranhão (MA), Pará (PA), Rondônia (RO), Santa Catarina (SC), Rio Grande do Sul (RS) e Amapá (AP).

Foram 12 dias de curso intensos com instruções de vários tipos de manuseio de armamentos, fuzil, pistola, operações com aeronaves, entre outros. “Todas as policiais presentes aqui, merecem todos os aplausos por competência, garra e principalmente força de vontade, não tivemos nenhuma desistência durante os 12 dias de treinamento”, falou o delegado-titular do Cope, Rodrigo Brown.

“Cada participante efetuou mais de 800 disparos de arma de fogo, além de participar de uma operação real da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá onde colaboraram no cumprimento de mandados de prisões onde 46 pessoas foram presas” lembrou Brown.

Segundo o diretor da Escola de Polícia, Sebastião Ramos, representando o delegado-geral Naylor Robert de Lima, o curso foi extremamente difícil e vem demostrar que as mulheres estão garantindo espaços em todos os lugares. “O curso vem demostrar que as mulheres policiais não querem mais apenas ser secretárias, elas estão procurando garantir o seu espaço dentro das unidades policiais também na parte operacional”, ressaltou durante a solenidade.

Para a aluna Keli Dourado Lucinda, da Polícia Miliar de Londrina que foi picada por uma aranha marrom durante o curso, o treinamento superou sua as expectativa. “Tudo que passamos neste curso, seja fome, frio e medo, valeu cada segundo, pois aprendemos ainda a resolver problemas imediatos, além de ter instruções de como se comportar em situações de risco” disse a formanda completando que passaria por tudo novamente.

Colaboração Tanosite

TIPO:  ATUALIDADES 
FOTOS
Últimos Acontecimentos
Todos os direitos reservados a Informativo a Voz de Ibaiti