28ºC max
16ºC min
Clima em Ibaiti-PR
PRINCIPAL
NOTÍCIAS
ADESTRADOR DE JACAREZINHO FICA ENTRE OS SEIS MELHORES DO BRASIL

Jivago França / JDS Comunicação

O adestrador de cães, morador de Jacarezinho, Willian Xavier Costa de 42 anos conquistou juntamente com Inka, sua cadela da raça pastor alemão, a terceira e a sexta colocação em duas competições de nível nacional. Os eventos aconteceram nos meses de junho e julho em São José dos Campos e Taubaté, respectivamente.

Já com 19 anos na profissão, Willian tem no currículo um título do campeonato brasileiro de adestramento e ainda por duas vezes foi vice-campeão, além de ter aparecido na revista nacional de cães, Cão e Cia como o primeiro a conseguir adestrar um pit bull na antiga categoria CA, atual IPO (cão de competição).

No campeonato brasileiro de adestramento da CBPA em junho, em São José dos Campos, Willian conquistou a terceira colocação entre mais de 20 cães. Já neste mês (julho), Xavier ficou com a sexta colocação no 5º campeonato brasileiro de IPO inter-raças que aconteceu em Taubaté juntamente com o 42º campeonato nacional de adestramento e seletiva FCO e WUSV. Por apenas um ponto na classificação geral, Willian e a cadela Inka não conseguem a classificação para o mundial da categoria que acontece este ano na Alemanha.

Nesta última competição em Taubaté, segundo Willian, estavam reunidos na competição aproximadamente os 30 melhores cães e adestradores do Brasil com qualidade pra disputas internacionais. Nesta competição, dentre três sessões, a cadela Inka conquistou o troféu de melhor faro com 92 pontos, sendo assim considerado o animal de competição com melhor faro do país atualmente.

“Foi um campeonato muito difícil. Estavam reunidos os 30 melhores competidores a nível nacional e graças a Deus conseguimos ficar entre os seis primeiros. É uma vitória”, salientou Xavier. O esporte, IPO acontece em três sessões, faro, obediência e proteção (ataque). O esporte é dividido em categorias como IPO I, IPO II e IPO III.

Xavier explica ainda que mesmo sendo cinco vagas classificatórias neste campeonato para a disputa do mundial, no ano passado, apenas um dos competidores que conquistou a vaga participou da competição internacional por falta de patrocínios e condições financeiras.

Willian explicou ainda como funciona a homologação dos cães para competições. Segundo ele, primeiramente o cão deve possuir pedigree (ver se a raça é pura, conhecer a linhada do animal), depois é preciso os treinos e por consequência as avaliações nas categorias cão acompanhante (BegleiteHund) depois categoria IPO I, IPO II e IPO III.

O adestrador ainda revelou que atualmente existem apenas aproximadamente 30 competidores e cães nível IPO III no Brasil, dentre esses, apenas cerca de cinco são fêmeas e a Inka, que mora com Willian em Jacarezinho é uma delas.

Linhagem

“Ela tem apenas três anos, mas já mostrou o potencial que tem. A Inka passou por uma rotina muito exaustiva de treinos e já demonstrou que pode ser uma campeã”, disse ele. Inka do Taba Ruiz é filha de Dax Von Spitzbubezwinger e Rony do Ciribai. O pai da Inka, Rony, já foi tricampeão brasileiro e disputou cinco mundiais de IPO. E ainda foi considerado a melhor proteção de um cão e adestrador brasileiro em um mundial.

Treinos

A rotina de treinos da Inka começou bem cedo. Em junho de 2015 ela foi homologada como cão acompanhante (BegleiteHund), no mesmo ano, em novembro ela já conquistou a categoria IPO I. Em março deste ano, ela subiu para IPO II e em maio ela foi homologada na categoria IPO III. No mês seguinte, junho, ela disputou sua primeira competição e conquistou a terceira colocação. Na segunda competição, neste mês, ela ficou com a sexta posição, a um ponto da classificação para o mundial da categoria. “Precisamos amadurecer mais algumas coisas. Pro ano que vem ela (Inka) vai estar ‘top’. Ela promete”, finalizou Willian.

TIPO:  BELEZA 
FOTOS
Últimos Acontecimentos
Todos os direitos reservados a Informativo a Voz de Ibaiti